Preparar-se para vender o seu ouro

Julho 24, 2021
Em Ouro

Se pretende socorrer-se da venda das suas peças em ouro para sair de uma situação aflitiva, ou simplesmente por entender ser um bom negócio trocar por euros algo que não valoriza e não usa, não deixe de tornar o seu ouro mais atractivo, tendo com ele alguns cuidados que o avaliador irá apreciar.

Preparar-se para vender o seu ouro, ainda não ao multibanco

Se o seu ouro usado estiver algo sujo, use álcool para dissolver a sujidade mais persistente que nele se possa encontrar, ou então empregue água com sabão, que costuma ser suficiente para tirar grande parte da sujidade quando o aspecto geral da peça não parece muito sujo.

Ao limpar o ouro, faço-o com alguma delicadeza para não correr o risco de provocar riscos na superfície da peça, passando-lhe um pano seco por cima devolvendo o brilho ao seu ouro.

Deve escolher um pano que não solte fibras.

O ouro limpo predisporá nem que seja de forma subjectiva o avaliador para valorizar mais o seu ouro usado.

E lembre-se, quem compra ouro também reclama algum lucro, portanto negoceie e leve o seu ouro a vários potenciais compradores.

O que pode vender em ouro

Praticamente todo o ouro usado é susceptível de ser vendido e tem valor. Os negociadores de ouro aceitam comprar qualquer artigo em ouro usado, esteja ele em bom estado de conservação ou até riscado e amolgado, dependendo do uso a dar-lhe.  Entre as peças que poderá ter em casa e que poderá trocar por dinheiro numa loja de compra e venda de ouro, encontram-se:

  • Anéis
  • Brincos
  • Relógios
  • Argolas de tornozelo
  • Broches
  • Crachás
  • Pins
  • Argolas
  • Colares
  • Pingentes
  • Berloques

E ainda:

  • Piercings
  • Tiaras
  • Braceletes
  • Correntes
  • Alfinetes de cabeça
  • Isqueiros
  • Guarda-jóias
  • Dentes em ouro
  • Pepitas
  • Barras
  • Libras
  • Acessórios diversos em ouro

Multibanco de ouro em Portugal

E se pudesse vender o eu Ouro directamente numa caixa Multibanco! Isso ainda não é possível, mas poderá estar mais próximo porque já existem caixas deste género para a compra.

Já lhe tínhamos falado da introdução de máquinas dispensadoras de ouro na China. Pois a novidade é que estas ATM de ouro já chegaram a Portugal, mais propriamente a Vila Nova de Gaia e a Cascais. Chegaram a terras lusas através da conceituada marca de compra e venda de ouro – a Valores.

São duas as primeiras máquinas multibanco de ouro em Portugal, as tais Gold ATM, que permitem muita facilidade a que quer investir em ouro adquirindo barras de ouro e moedas de ouro.

O funcionamento destas máquinas de ouro é semelhante às das vulgares máquinas multibanco que disponibilizam dinheiro, estando apenas aí a diferença. Em vez de dinheiro, o produto dispensado após a transação são moedas ou barras de ouro.

Na montra das máquinas de ouro, que estarão disponíveis nas lojas da Valores no Arrábida Shopping e no CascaiShopping, o cliente pode consultar o catálogo dos produtos disponíveis, que não resumem apenas a ouro. Vão desde as barras de ouro de 1, 5 e 10 gramas a libras, e até à moeda sul africana (krugerrand) e a moedas de prata águia.

O cliente escolhe o artigo que pretende, realiza o pagamento com dinheiro ou cartão de crédito e a Gold ATM devolve o produto devidamente empacotado, assim como o recibo da compra efetuada.

As pessoas que pretendem realizar investimento em ouro podem assim de uma forma fácil, cómoda e acessível aceder ao artigo de ouro desejado e comprá-lo ao preço mais justo, dado que o preço do ouro é atualiza em permanência de acordo com a cotação do ouro no exato momento da compra.

Por outro lado, a compra também é segura, pois as barras e as moedas vendidas na máquina dispensadora de ouro têm aceitação e certificação internacional.

Já sabe que estas máquinas estavam já em funcionamento na China, mas também já existem na Alemanha, Itália, Emirados Árabes Unidos ou Reino Unido.

Resultado de uma parceria da Valores com a empresa alemã Gold to Go, responsável mundial pelas Gold ATM, as duas máquinas que agora entram em funcionamento em Portugal representam um investimento na ordem um quarto de milhão de euros.

Deixe um comentário